Skip to content

Mudanças são inevitáveis, o crescimento é opcional.

6 de janeiro de 2011

Primeiramente gostaria de justificar minha ausência no Blog, listas, etc. Estou há um mês nos Estados Unidos e, depois de sentir todo o frio do mundo, estou finalmente instalado e produzindo novamente. Meu objetivo aqui, além dos contatos que estou fazendo, é tirar um trimestre de pesquisa e desenvolvimento de material para apresentar no Brasil em Abril. Para começar resolvi comprar um MacBook (o último Mac que tive foi um iMac onde hoje minha filha de 2,5 anos assiste Xuxa) e um desktop Linux (o qual sempre usei como servidor) para estudar as plataformas e aprofundar meus conhecimentos sobre Forense nas mesmas. Minha meta é não usar o Windows esse trimestre, vamos ver até quando eu resisto🙂

 

Acredito que sair completamente da minha zona de conforto, na qual uso o mesmo sistema e ministro os mesmos cursos, me ajudará muito a dar um novo salto qualitativo em meu trabalho. Não se pode viver à sombra do conhecimento alcançado ou dos bons serviços prestados no passado. O mundo vai mudando e o mundo de segurança muda a uma velocidade inacreditável. Cabe a nós definirmos nosso foco e trabalhar para o crescimento. Essas são também as bases do trabalho que pretendo fazer no Brasil quando voltar: levar novos, pequenos a acessíveis cursos sobre novidades em segurança da informação e forense digital.

 

Essa década começou diferente pra mim. Para iniciar a conversa, estou escrevendo esse post em um Fedora 14, o qual estou desde ontem tentando utilizar como desktop. Após um dia eu já desisti de rodar filmes Blu-ray e estou me matando para colocar uma maldita cedilha nele, além de testemunhar o SO congelar completamente por duas vezes e ter que reiniciar uma vez para poder voltar a usar o VMWare.

 

Nos dias anteriores estava usando o MacBook, que deu um tipo de “Kernel Panic” duas vezes em duas semanas.  Não estou escrevendo para falar mal das duas plataformas, mas para desmistificar aquele papo furado de que Unix nunca trava e que o Windows é o rei da Tela Azul. Minha conclusão é que desktops travam, e na maioria das vezes por culpa do usuário. Se eu consigo travar o Linux e Mac tantas vezes, acredito que os Linux e Mac users devem fazer o mesmo com o Windows.

 

Espero não ter ofendido os Mac e Linux users. Estou realmente impressionado com as duas plataformas, apesar dos espinhos, tenho feito tudo nelas. Tenho certeza que vou terminar o trimestre bem mais confortável com ambas,  estou até planejando minha ida para a Scale 9x (Southern California Linux Expo) em Fevereiro.

Por fim, deixo uma frase que sempre uso: “Experiência não é o que se vive, mas sim o que se aprende com o que se vive”

PS: Tive que acabar o post no Mac para poder usar a cedilha. Tenho certeza que vou resolver isso muito em breve🙂

From → Carreira

2 Comentários
  1. É meu amigo, você é realmente um mestre, conseguir travar o mac.😉 Eu uso há um tempo e não tive esta experiência.

    Sucesso por aí e já estou preparando a lista de compras para você trazer.😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: